MST paralisou Terminal Urbano de Londrina

Fotos: Luiza Braga.
Texto: Gabriel Pansardi Ruiz, com informações de Luiza Braga e Marcelo Diógenes

O terminal central de ônibus amanheceu hoje com as entradas e saídas de veículos interditadas, por volta das 5h30. A ação foi realizada pelo Movimento dos Sem Terra (MST) do Paraná e contou também com a presença do Levante Popular da Juventude. “Tivemos a participação de mais ou menos 200 pessoas, que vieram de assentamentos mais próximos de Londrina e fizemos esse ato em função da greve geral”, relatou Francinara.

A interdição foi motivada pois, segundo a integrante do Levante, Francinara Domingues, os motoristas e cobradores da região da grande Londrina foram desestimulados a aderir à greve, sofrendo ameaças de descontos de salários. Ela relatou também que havia um desejo de paralisação da categoria, mas os trabalhadores desistiram com receio de cortes na folha de pagamento.

Durante a ação que durou até às 11h30, houve a distribuição de jornais do Brasil de Fato PR, bem como apresentação da bateria do Levante. Em seguida, os manifestantes se juntaram ao ato contra as reformas do governo, pela saída de Temer e eleições diretas, que se concentrou na Concha Acústica e seguiu para o calçadão da área comercial da cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *