A visita de Bolsonaro em Londrina pela lente do Jornalismo Periférico

 

Foto – Lucas Ribeiro

Por Lucas Ribeiro; Edição: Bruno Amaral

Jornalismo Periférico 

O Deputado Federal Jair Messias Bolsonaro (PSC-RJ) foi recebido em Londrina por um grupo de apoiadores que lotou o saguão do aeroporto, na semana passada. As pessoas gritavam palavras de ordem que demonstram apoio a uma possível candidatura do parlamentar à Presidência da República, no próximo pleito, em 2018. Os fãs, na maioria jovens entre 15 e 25 anos, causaram tumulto quando o deputado desembarcou e foi para o meio da multidão.

Bolsonaro foi conduzido a um trio elétrico e fez a primeira fala em frente à Praça Nishinomiya, localizada em frente ao aeroporto da cidade. O discurso do parlamentar não deixou dúvidas de que ele possa realmente ser candidato ao Planalto nas próximas eleições. “Só serei candidato se vocês continuarem ao meu lado”, afirmou o parlamentar que disse não estar preocupado com o partido que o lançar candidato à Presidência.

Recentemente, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) notificou o deputado a respeito da irregularidade de campanha eleitoral antecipada, devido às recepções do parlamentar com camisetas estampadas “Bolsonaro 2018” e “É melhor JAIR se acostumando”.

Bolsonaro disse que suas viagens pelo Brasil, nos últimos dois anos, não são feitas com cunho de propaganda eleitoral, mas deixou escapar que: “a abrangência do deputado federal é em todo o território nacional, e há algum tempo eu comecei a estudar como é que a gente poderia colaborar melhor por ocasião das eleições de 2018 […] obviamente eu tenho que ter um conhecimento maior de Brasil.”, essa fala do deputado evidencia que as viagens que ele tem feito podem sim ter cunho de campanha eleitoral.

Ele cumpriu agenda na Prefeitura de Londrina e na Câmara dos Vereadores, onde se posicionou mais uma vez favorável ao porte de armas irrestrito aos “cidadãos de bem”, como costuma dizer e comparou as manifestações da última quarta-feira (24), em Brasília, contra as reformas propostas pelo governo do Presidente Michel Temer (PMDB), como atos terroristas.

Jair Bolsonaro estava acompanhado de seu filho e também Deputado Federal Eduardo Bolsonaro (PSC-SP), do Feputado Federal Fernando Francischini (SD-PR) e do vereador londrinense Filipe Barros (PRB). Em sua passagem pelo Paraná, o deputado cumpriu agenda na sexta-feira (26), em Maringá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *