Cultura afro-brasileira, movimento LGBT e feminismo serão debatidos em evento no MARL

Na mesma quinta-feira em que a extrema-direita e os totalitários pretendem fazer a festa em Londrina, com a visita do deputado federal e presidenciável Jair Bolsonaro (PSC/RJ), três mulheres vão sentar em torno de uma mesa para discutir… civilização como contraponto à barbárie. Trata-se do evento “Pra não dizer que não falei das flores – resistência ao fascismo e seus representantes”, que acontece a partir das 19h desta quinta-feira, dia 25 de maio, na sede do MARL (Movimento de Artistas de Rua de Londrina), que organiza o evento junto com o Coletivo Mobiliza Londrina. A sede do MARL fica na avenida Duque de Caxias, 3241.

As debatedoras são a ex-deputada estadual, ex-vereadora, professora de História Elza Correia, que luta em defesa dos direitos da mulher desde a década de 1960; a atriz, produtora cultural, ativista de direitos humanos e representante da ANTRA (Associação Nacional de Travestis e Transexuais, Melissa Campus; e a ativista do Movimento Negro, Teresa Mendes de Souza, que presidiu o Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial de Londrina (CMPIR), é membro do Conselho de Cultura e preside o MACUL (Movimento Artesanato é Cultura).

As três debatedoras vão discutir cultura afro-brasileira, movimento LGBT, ditadura militar e feminismo. Segundo os organizadores, “os objetivos são impulsionar o entendimento e o respeito à diversidade étnico-identitária, com foco nas questões raciais e de gênero, combater o fascismo, assim como a discriminação e a criminalização dos movimentos sociais, colocar em perspectiva a repressão da ditadura civil-militar, pensando o protagonismo feminino como poderoso avanço na luta rumo à humanização e politização do nosso povo”.
O evento tem o apoio do Centro de Direitos Humanos de Londrina (CDH), do Consulta Popular, do Conselho Regional de Serviço Social (CRESS), da Frente de Esquerda de Londrina e do Movimento dos Secundaristas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *