Comissão de Justiça da Câmara derruba projeto que permitiria meio passe para quem anda em pé no ônibus

A Comissão de Justiça da Câmara aprovou ontem voto contrário ao projeto de lei 93/2017, de autoria do vereador Émerson Petriv (PR), o Boca Aberta, batizado “vai em pé no busão paga meia”. A proposta do vereador é que passageiros que andem em pé nos ônibus paguem meia passagem. O argumento é de que o projeto é inconstitucional porque “acarreta impacto no custo do serviço público (transporte coletivo)”, como afirmou o vereador Gérson Araújo (PSDB), relator do projeto. Segundo ele, o projeto na prática gera uma “isenção parcial da tarifa no transporte coletivo” e isso “impacta no custo, gerando desequilíbrio econômico-financeiro” no serviço.

Novo Boca?

A novidade, além da rejeição do projeto, por ser inconstitucional, foi o comportamento de Boca Aberta. Semanas depois do dia em que ele e Jamil Janene (PP) quase protagonizaram uma versão do Ultimate fighter na Câmara, os dois discutiram o assunto em pauta e fizeram um debate sem uma única alteração de tom de voz.

Ainda é cedo para falar, mas será que Boca Aberta aprendeu a “etiqueta” da Câmara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *