Boca Aberta quer que crise da Câmara atravesse o Centro Cívico e chegue em Marcelo Belinati

Se depender do vereador Émerson Petriv (PR), o Boca Aberta, a crise da Câmara vai atravessar o Centro Cívico e chegar ao prefeito Marcelo Belinati (PP). Ele apresenta nessa sexta-feira uma representação contra o prefeito, o vereador Jamil Janene (PP) e o superintendente da Acesf, Douglas Pereira (PTB), primeiro suplente de vereador. Ele também pretende citar a Câmara. O argumento de Petriv é de que o prefeito e os dois vereadores teriam cometido irregularidade na manobra que levou Jaiml, segundo suplente, para a Câmara.

Marcelo Belinati nomeou o vereador eleito Fernando Madureira (PTB) para a Fundação de Esportes de Londrina (FEL), abrindo a vaga para que Douglas Pereira assumisse. Depois nomeou Pereira para a Acesf e com isso abriu as portas da Câmara para Jamil. A manobra, na avaliação dele, foi uma negociação, o que seria vetado por lei.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *