Governo Beto Richa fecha 2016 no vermelho e investe menos que o prometido (mas gasto com publicidade aumentou)

Apesar do tarifaço de 2015, aumentando alíquotas de ICMS e de IPVA, o governo Beto Richa (PSDB) – o pior desde Jaime Lerner – fechou 2016 no vermelho, como mostra reportagem publicada pela Gazeta do Povo, sobre a prestação de contas feita ontem, na Assembleia Legislativa. A reportagem também mostra também que os investimentos ficaram abaixo de 45% do que havia sido prometido para o ano passado: R$ 1,64 bilhão frente a uma promessa de aplicar R$ 3,67 bilhões. Por outras palavras, a gestão Beto Richa cobra mais impostos da sociedade, gasta mais do que arrecada e não dá o retorno prometido aos paranaenses na forma de investimentos.

A exceção é para os gastos em propaganda, que beneficiam a imagem do governo e do governador: os gastos na área saltaram de R$ 92 milhões em 2015 para R$ 101 milhões no ano passado. E nesse ano a projeção é de gastar mais ainda: R$ 120 milhões. Segundo a propaganda do governo, o Paraná vai bem. Na vida real, não é bem assim.

Déficit

O déficit primário de 2015 foi de R$ 481,01 milhões (o resultado é obtido comparando receitas e despesas, excluindo os gastos com juros da dívida). Em 2016, segundo ano da vigência do tarifaço aprovado no final de 2014 (e que vigorou a partir de 2015), as receitas correntes caíram com relação ao ano anterior e as despesas correntes subiram numa proporção muito maior, segundo informou a Gazeta do Povo. O vilão desse resultado não foi o funcionalismo público: o gasto com folha de pagamento caiu de 46,23% em 2015 para 45,39% no ano passado.

O curioso na gestão Beto Richa é que desde o primeiro mandato a arrecadação cresce mas as despesas crescem mais ainda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *