UEL mantém sistema de cotas e marca nova revisão para daqui a 20 anos

O Conselho Universitário da Universidade Estadual de Londrina (UEL) decidiu hoje, em reunião que começou pela manhã, pela manutenção do sistema de cotas para estudantes oriundos de escolas públicas e para estudantes negros que tenham estudado em escolas públicas. A novidade é que o percentual de vagas disponíveis para o ingresso via sistema de cotas aumentou de 40% para 45%, sendo que os outros 55% são destinados ao sistema universal de acesso. A divisão é de 20% de vagas para estudantes oriundos de escolas públicas; 20% das vagas para negros oriundos de escolas públicas; e 5% das vagas para negros com qualquer trajetória escolar até o ensino médio.

Outra novidade é que o sistema de cotas está garantido para os próximos 20 anos, com uma reavaliação no 10º ano depois da implantação do sistema decidido na reunião de hoje.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *