UEL decide sexta-feira sobre continuidade da política de cotas

O Conselho Universitário da Universidade Estadual de Londrina (UEL) decide na próxima sexta-feira sobre a continuidade ou não da política de cotas – a reunião em que será realizada a votação começa às 8h30. A UEL foi uma das primeiras universidades públicas brasileiras a implantar o sistema, em 2004. A primeira avaliação do sistema de cotas aconteceu em 2011 e essa é a segunda vez que a política de acesso à instituição é reavaliada. Atualmente, 40% das vagas da UEL são reservadas: metade para quem estudou em escola pública e metade para negros.

Segundo dados da universidade, a porcentagem de negros entre estudantes da UEL passou de 4,8% em 2013 para 9,1% em 2016. De acordo com o IBGE, 54% da população brasileira é negra. Entre o 1% dos brasileiros mais ricos, 17% são negros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *