Prefeitura pagou dívida do passe livre com a TCGL

Antes de entregar a prefeitura, a gestão do ex-prefeito Alexandre Kireeff (PSD) zerou uma dívida de R$ 4,4 milhões com a TCGL, referente ao passe livre para estudantes, política que em 2015 foi estendida a estudantes universitários de graduação e pós-graduação. A dívida cobrada pela empresa na Justiça numa ação protocolada em 22 de dezembro era refente aos meses de setembro, outubro e novembro.A empresa pedia o bloqueio de recursos públicos para garantir o pagamento e também a suspensão do pagamento de ISS sobre o transporte coletivo para evitar a inadimplência. O pedido de liminar foi negado pelo juiz Fernando Moreira Simões Júnior.

A CMTU informou que o valor reclamado pela empresa foi pago no dia 29 de dezembro. A nova administração municipal avalia a possibilidade de mudanças no acesso de estudantes ao passe livre. Em texto divulgado na semana passada, garantindo que estudantes da UEL que voltaram às aulas na última segunda-feira para a reposição de aulas perdidas durante as greves do ano passado, a CMTU afirmou que vai “divulgar nos próximos dias o período e os critérios para cadastramento do passe livre estudantil, para todos os estudantes, inclusive os da UEL”, referente ao ano letivo de 2017. .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *