Mudança no redutor de ICMS para remédios pode impactar nos preços a partir de janeiro

Os remédios podem ficar mais caros em janeiro no Paraná. E só no Paraná. De acordo com o deputado estadual Tercílio Turini (PPS), a partir de 1º de janeiro entra em vigor o decreto 5.493, baixado em de 10 de novembro deste ano, pelo governo Beto Richa (PSDB). Esse decreto em 10% o redutor na alíquota de ICMS para remédios de genéricos e similares. Atualmente o redutor é de 30% para os genéricos e 25% para os similares. Na avaliação do parlamentar, as farmácias de bairros podem sofrer mais com as medidas, isso porque, pelo tamanho, elas têm possibilidades menores para repassar o impacto dessa medida para o consumidor.

“Proprietários de farmácias de bairros estimam que os medicamentos ficarão até 20% mais caros de imediato. O decreto representa aumento de tributação, que acaba repassado ao consumidor. São pequenos comerciantes, que não têm como manter os preços atuais”, disse Turini, em texto divulgado pela sua assessoria de imprensa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *