Docentes da UFPE divulgam moção de apoio aos estudantes em greve na UEL

Professores da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), representados pela sua associação de docentes, a Adufepe, divulgou hoje, em seu site, uma moção de apoio aos estudantes da UEL, que estão em greve desde outubro. Na nota, a entidade critica a “ação de criminalização pela reitoria desta universidade (UEL)”. A moção afirma que “a luta dos estudantes é legítima” e que “a greve estudantil e as ocupações são instrumentos de luta contra os diversos ataques que os trabalhadores vêm recebendo”.

Abaixo, a íntegra da nota, que também pode ser lida nesse link.

 

Nós, professores e professoras da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), reunidos em assembleia no dia 28 de novembro de 2016, declaramos apoio à luta do DCE e dos estudantes da Universidade Estadual de Londrina (UEL/PR) que estão em greve e que estão sofrendo ação de criminalização pela reitoria desta universidade.

A luta dos estudantes é legítima. A greve estudantil e as ocupações são instrumentos de luta contra os diversos ataques que os trabalhadores vêm recebendo. As ocupações das escolas e das universidades contra a PEC 241 (atual PEC 55), contra a lei da escola sem partido e também contra a reforma do ensino médio, refletem uma luta muito importante e em consonância com a defesa de direitos em nossa sociedade.

Apoiamos a luta contra a criminalização dos movimentos sociais e a luta contra o interdito proibitório que criminaliza as ocupações e toda mobilização de greve dos estudantes.

Recife, 28 de novembro de 2016

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *