Câmara começa a discutir regulamentação para o Uber

A Câmara pode começar a analisar ainda neste ano um projeto de lei de autoria do vereador Rony Alves (PTB) discutindo a regulamentação do Uber, serviço de transporte privado que compete com o táxi e que atua em Londrina desde agosto, mas que ainda não foi regulamentado. Ontem o autor do projeto se reuniu com os representantes do Uber na Câmara, enquanto taxistas fizeram um protesto do lado de fora. Taxistas alegam que a sua atividade é submetida a uma série de exigências e de taxações e o mesmo não acontece com os motoristas que atuam no Uber, desequilibrando a concorrência.

Violência

Segundo texto divulgado ontem pela Câmara Municipal, Alves também vai se reunir com o comando da Polícia Civil para “pedir providencias em relação a ameaças que os motoristas parceiros do Uber estariam sofrendo na cidade”.

Uma nota irônica: o vereador do PTB se preocupa, e com razão com a segurança dos motoristas do Uber. Ele não proferiu, porém, uma única palavra de preocupação contra conselheiros tutelares que foram ameaçados na semana passada. As ameaças aconteceram dias depois de o Conselho Tutelar barrar a entrada de integrantes do MBL numa escola do centro da cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *