Três candidatos faltaram às entrevistas da Alma Londrina; eles não entenderam que o mundo está mudando

alma-londrina

Os candidatos à prefeitura de Londrina, ou pelo menos parte deles, não entenderam que o mundo está mudando em matéria de comunicação. E que há veículos alternativos – como é o caso do Baixo Clero – surgindo por todos os cantos na internet e atingindo parcelas do público que, por terem perdido o interesse, não são mais atingidos veículos tradicionais. Os meios de comunicação vivem uma fase de transição e como dizem os estudiosos, as “placas tectônicas” do jornalismo ainda estão se movendo – e a maior parte dos escombros cai sobre a cabeça do legado de Gutenberg. Quem não entende isso, não entende o mundo contemporâneo.

Dito isso, é preocupante saber que três dos oito candidatos a prefeito não atenderam aos pedidos de entrevista da Alma Londrina Rádio Web, um projeto alternativo que trabalha com Jornalismo Cultural. O número de baixas só não subiu para cinco porque um deles, depois de ameaçar mandar o candidato a vice – e ouvir uma negativa da Alma Londrina em entrevistar o vice –, acabou comparecendo na entrevista. Antes de três candidatos não comparecerem, todos aceitaram dar as entrevistas e marcaram datas e horários. O tema das entrevistas é cultura.

As entrevistas começam a ser veiculadas a partir de segunda-feira, uma por dia. A ordem foi definida por sorteio, gravado num vídeo que está no Facebook da Alma Londrina.

A ordem das entrevistas:

Odarlone Orente (PT) – segunda-feira

Flavia Romagnoli (Rede) – terça-feira

Valter Orsi (PSDB) – quarta-feira

André Trindade (PPS) – quinta-feira

Sandra Graça (PRB) – sexta-feira

O Baixo Clero faz coro à Alma Londrina, no protesto contra a falta de respeito dos três candidatos faltosos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *