Candidatos iniciam penúltima semana na TV sem mudar de estratégia

Na abertura da penúltima semana de campanha no rádio e na televisão, os candidatos aparentemente não mudaram suas estratégias. Em resumo, Valter Orsi (PSDB), que abriu o bloco, falou sobre segurança pública, Sandra Graça (PRB) cobrou maior investimento de outras esferas de governo, Marcelo Belinati (PP) falou sobre trânsito e sistema viário, a candidatura de Odarlone Orente (PT) apresentou a candidata a vice na chapa, Professora Celiana (PPL), Luciano Odebrecht (PMN) prometeu a reabertura do Pronto Atendimento Municipal (PAM) e André Trindade (PPS) apresentou propostas como eleições diretas para diretores de escolas e prestação de contas da prefeitura em todos os bairros. Paulo Silva (PSol) segue sem estrear no horário eleitoral e Flávia Romagnoli (Rede) repetiu a única peça exibida até aqui, em que fala o seu nome e número de urna, junto com um slogan de campanha.

Segurança

Orsi abriu falando que “o trágico da segurança é que ela afeta todos os segmentos, desde o grande empresário ao pequeno empresário” e, sem citar o nome do governador Beto Richa, que é do seu partido, disse que pretende “pressionar todo e qualquer tipo de autoridade” responsável pela segurança para melhorar o setor.

Lava Jato

Já Sandra Graça falou em cobrar recursos de outras esferas de governo e colocou o dedo na ferida da Lava Jato. “Muita gente da Lava Jato mora em Londrina ou fez parte da politica londrinense”, afirmou a candidata, que depois disse que pretende buscar os recursos desviados para “viabilizar as obras paradas” na cidade.

Trânsito

Sem fazer entrar em detalhes, Marcelo Belinati afirmou que pretende apresentar “um grande projeto de mobilidade” que “nunca foi feito em Londrina”. Ele disse ainda que pretende “criar um projeto de prevenção à vida” respeitando as especificidades da cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *