Sentença da ação penal da primeira fase sai no começo de novembro, diz Nanuncio

A sentença da ação penal da primeira fase da Operação Publicano deve sair até o começo de novembro, segundo informou o juiz da 3ª Vara Criminal de Londrina, Juliano Nanuncio, em entrevista veiculada agora há pouco pelo Paraná TV Segunda Edição, da RPC. A ação voltou a tramitar na semana passada, depois que o Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR) revogou a liminar que suspendeu a ação, no começo do mês passado. “São 73 alegações [finais de réus] que devem ser analisadas uma por uma”, explicou Nanuncio, em entrevista ao PRTV.  O volume de trabalho é grande, o que explica a projeção de dois meses para a elaboração da sentença.

Nesse momento está aberto o prazo para as alegações finais do Ministério Público, que é de 10 dias e começa a contar assim que o MP for notificado. Depois disso é aberto prazo para as alegações finais dos 73 réus dessa ação.

Na Operação Publicano, o Gaeco investiga a denúncia de que auditores fiscais, empresários e contadores teriam formado uma “organização criminosa” para facilitar a sonegação fiscal mediante o pagamento de propina. Nas cinco fases das investigações foram denunciadas mais de 250 pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *