Uber estuda início da operação em Londrina

Com informações de Tatiane Salvático

O aplicativo Uber, que por meio de dispositivos móveis coloca passageiros em contato com automóveis de passageiros, vai começar a operar em Londrina “em algumas semanas”, segundo informou o executivo da empresa, Gabriel Petrus, que participou ontem à noite de uma reunião com cerca de 50 pessoas. Londrina será a primeira do interior do país e a primeira de médio porte no mundo a receber o serviço. A Uber opera em capitais, com exceção para Campinas (SP), que tem cerca de 1 milhão de habitantes e que pela proximidade com São Paulo, ganha uma característica diferente da de Londrina.

Nas cidades em que a Uber opera, ocorrem problemas com os taxistas e em alguns casos, até confronto físico. Petrus se reuniu há uma semana com o vereador Rony Alves (PTB), autor de um projeto de lei que trata dos táxis e que tramita no Legislativo. Ele também se reuniu algumas vezes com o prefeito Alexandre Kireeff (PSD).

Na reunião de ontem, Petrus afirmou que a Uber não entra em Londrina para concorrer com os táxis, mas com os carros particulares. Ela avalia que o serviço poderia contribuir para reduzir a quantidade de veículos nas ruas. Com relação à legislação, o executivo afirmou que não há nada que impeça que o serviço entre em operação e que a Constituição Brasileira garante a livre concorrência.

Tecnologia

Para a Uber entrar em operação em Londrina falta apenas firmar parcerias locais. A empresa espera implantar na cidade o Uberpool, um serviço que permite uma espécie de “carona compartilhada”. Dessa forma é possível que, estabelecido o percurso, mais de um passageiro use o mesmo carro, embarcando em outro ponto e dividindo o preço da corrida.

Conforme Petrus, para a escolha por Londrina pesaram questões como o porte da cidade, a demanda pelo serviço, a existência do superbus, a implantação da “avenida inteligente” e “gente na política preocupada a discutir mobilidade urbana”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *