Indefinição do bloco governista prejudica candidatos a vereador

A indefinição do campo governista quanto a quem será (ou serão) o candidato (ou candidatos) a prefeito já está prejudicando quem está disposto a disputar cadeiras na Câmara pelos partidos que fazem parte desse bloco. Em primeiro lugar, porque sem saber quem será o candidato a prefeito, quem quer disputar uma cadeira na Câmara Municipal retarda a ida às bases para pedir voto. Simplesmente por não poder responder a uma pergunta básica: está apoiando qual candidatura majoritária? Em segundo lugar, a indefinição na chapa majoritária força uma indefinição na chapa proporcional. Ou seja, enquanto não se definem candidatos e alianças nas chapas para prefeito, não se discutem alianças nas chapas para a Câmara Municipal. Com isso, candidatos que teriam potencial com coligação podem começar a campanha sem coligação e com mais dificuldades para se eleger.

Candidatos a vereador do bloco governista também estão preocupados porque com o passar dos dias a eleição se aproxima. O raciocínio é que apresentar uma chapa a 60 dias da eleição é uma tarefa muito difícil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *