Professores realizam protesto contra “revanchismo” do governo Richa

APP - 11 DE JUNHO

Professores e servidores da rede estadual de ensino realizam hoje, em várias cidades paranaenses, atos de protesto contra o governo do Estado. O protesto é por conta da decisão do governo de lançar faltas nas fichas funcionais e descontar os salários de quem participou dos atos realizados para lembrar o primeiro ano do massacre de 29 de abril, no Centro Cívico de Curitiba, quando a Polícia Militar bombardeou por cerca de duas horas professores e servidores públicos que se manifestavam em frente à Assembleia Legislativa, deixando mais de 200 feridos. O principal ato de 29 de abril foi realizado em Curitiba e contou com professores de todo o Estado.

O desconto dos salários é visto pela categoria como uma retaliação e um ato de “revanchismo” do governo Beto Richa (PSDB).  Isso porque, de acordo com a APP-Sindicato, apesar de ter sido uma paralisação geral de todas as categorias de servidores, apenas os professores da rede estadual tiveram desconto nos salários. A entidade alega que informou o governo com antecedência e se comprometeu com a reposição do dia parado.

Os atos de hoje estão marcados para as 11 horas. Em Curitiba, a manifestação acontece em frente ao Palácio Iguaçu. Nas outras cidades, os atos acontecerão em frente ao Núcleo Regional de Ensino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *