Hauly será ouvido em Brasília (como testemunha)

O deputado federal Luiz Carlos Hauly (PSDB), arrolado como testemunha por um dos auditores fiscais que é réu na ação penal da primeira fase da Operação Publicano, será ouvido em Brasília e não no Tribunal de Júri, em Londrina, onde estão acontecendo as audiências. A escolha da capital da República foi um pedido do tucano, que fez uso da prerrogativa que tem, como deputado federal, de definir horário e local onde presta depoimento. Hauly seria ouvido nesta segunda-feira, dia 29 de fevereiro, caso não fizesse uso da prerrogativa. Os advogados do deputado alegaram que no dia marcado para a audiência, Hauly estará em Brasília, no cumprimento do seu mandato parlamentar.

Hauly foi secretário da Fazenda no primeiro mandato do governador Beto Richa (PSDB), período sobre o qual estão sendo feitas as investigações da Operação Publicano. O deputado ocupou o cargo entre 2011 e 2013. Segundo o Gaeco de Londrina, o esquema de cobrança de propina para facilitar a sonegação fiscal existia há décadas, mas ganhou o formato atual a partir de 2010.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *