“Brothers” colocam Beto Richa no “paredão”

Foto: Marjorie Coelho, estudante de Jornalismo da UEL

Foto: Marjorie Coelho, estudante de Jornalismo da UEL

Do Blog do Esmael, ao Caixa Zero de Rogério Galindo, repercutiu na blogosfera a conversa entre dois participantes do Big Brother Brasil, o reality show da Rede Globo de Televisão, sobre o massacre do Centro Cívico. Moraes postou um vídeo e Galindo transcreveu a conversa entre os participantes Ronan e Ana Paula, transmitida ao vivo para todo o país, assim como tudo o que acontece na casa em que os participantes ficam reclusos. “Dia 29 de abril eles vacilaram, hein?”, afirmou Ronan. Ana Paula perguntou o motivo e ele respondeu: “porque eles bateram nos professores”. A interlocutora disse que “foi por causa do prefeito”, mas foi corrigida em seguida: “prefeito não, governador”.

Ronan concluiu: “deixa eu ser bem claro nisso porque o governador é um cara poderoso. A culpa é dele ou porque mandou fazer ou por omissão. Ele não pode dizer que não sabia. Porque se ele não sabia a culpa é dele também”.

O promotor Misael Pimenta Neto, que pediu o arquivamento do IPM sobre o massacre do Centro Cívico, pode até achar que a policia não cometeu excessos ao bombardear por duas horas professores desarmados, deixando 213 pessoas feridas. Mas o posicionamento do promotor parece ser minoritário. Dentro do Ministério Público e na sociedade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *