Londrina deserta na noite de sábado

Cenas da avenida Higienópolis sábado, entre as 23h e a meia noite. As fotos são de Marjorie Coelho.

Avenida Higienópolis, sábado à noite. Foto - Marjorie Coelho

Avenida Higienópolis, sábado à noite. Foto - Marjorie Coelho
Avenida Higienópolis, sábado à noite. Foto – Marjorie Coelho

 

Avenida Higienópolis, sábado à noite. Foto - Marjorie Coelho

Avenida Higienópolis, sábado à noite. Foto – Marjorie Coelho

Avenida Higienópolis, sábado à noite. Foto - Marjorie Coelho

Avenida Higienópolis, sábado à noite. Foto – Marjorie Coelho

3 comments for “Londrina deserta na noite de sábado

  1. Jeferson Sabran
    31 de janeiro de 2016 at 10:23

    Ontem “desrespeitei” o tal do “toque de recolher” dado pelos supostos bandidos via Wharsap – e fui na casa do meu irmão – saí as 9:30 e voltei perto da 1h. Parecia uma cidade fantasma. O shopping aqui perto de casa (Boulecard) sem qualquer movimento do lado de fora. A avenida São João e Santos Dumond, geralmente movimentadas aos sábados, com poucos estabelecimentos abertos e poucas pessoas nas mesas das poucas lanchonetes abertas.
    O inteiror dos bairros só faltava passar aquelas bolas de feno dos filmes de faroeste.
    O Pânico é uma moeda que se vende fácil. Nessas horas dá pra entender tanta submissão que há em nossa história ante a regimes ditatoriais de governo.

  2. Adriano
    31 de janeiro de 2016 at 19:01

    Primeiro, o toque de recolher não foi dado nem imposto e muito menos por bandidos, a PM alertou que estaria fazendo diversas operações na cidade e RECOMENDOU que, não havendo extrema necessidade, que os cidadãos ficassem em casa. Vários indivíduos de SP vieram para nossa cidade sob as ordens de causar panico com assaltos execuções e incendiamento de veículos, a PM se mobilizou em conjuntos com grupos de operações especiais de CTBA e promoveu o cerco a estes bandido, razão pela qual orientou as pessoas a ficarem em casa. Isso não é submissão, isso é ajudar a PM no trabalho de cuidar de nossa cidade. Pessoas idiotas jogaram abobrinha no face e WPP falando em toque de recolher dado por bandidos. Agora o que sempre me chama a atenção são imbecis como você metidos a “rebeldes” que gostam de arrotar que ‘desrespeitaram’ a ordem, gente que se incomoda com a autoridade e o controle do Estado, bom, em primeiro lugar se a PM tivesse ordenado toque de recolher, sob lei marcial claro, e você tivesse desobedecido, não estaria aqui agora falando merda no face, estaria preso e com a cara inchada, e se os bandidos tivesse imposto o toque de recolher, você também não estaria aqui agora, estaria frequentando seu próprio funeral, seu carro de militante rebelde estaria no fundo de algum lago e sua família estaria chorando a morte de mais um imbecil revoltado com o poder público. Não gosta da autoridade e do controle do Estado?? Rebele-se! deixe de pagar o imposto do seu carro, deixe de declarar IRRF, IPTU, luz, água… Porque bancar o rebelde sentado em sua cadeira confortável e escrevendo bobagens do seu Iphone 6 é fácil, tente furar uma blitz e mostre que você é um rebelde de verdade, depois venha aqui e nos conte como foi, se sobreviver claro.

    • baixoclero
      1 de fevereiro de 2016 at 08:03

      Bom dia. É importante frisar que em entrevista coletiva concedida sábado, conforme noticiado por esse blog, a polícia e o comando da segurança falaram exatamente o contrário. Negaram “ordens” vindas de outro Estado – o secretário de Segurança reforçou essa afirmação ontem à tarde – e rechaçam a tese do toque de recolher ou de facções ordenando alguma coisa. Aliás, o comandante da PM nem falou que as pessoas deveriam se recolher. Disse, sim, que haveria policiamento ostensivo para garantir uma “sensação de segurança” – essa parte ele não fala, mas exatamente para que as pessoas pudessem tocar suas vidas normalmente. Como por exemplo, sair sábado à noite.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *