Dez pessoas morrem em onda de violência em Londrina; governo manda Cope para “reforçar investigações”

A Secretaria Estadual de Segurança Pública (SESP) divulgou nota informando que está enviando equipes do Centro de Operações Especiais (Cope) para reforçar as investigações sobre a onda de violência que tomou conta de Londrina nesta madrugada. Dez pessoas foram assassinadas com armas de fogo durante a madrugada em Londrina e cidades da região. Uma delas é um policial militar. Segundo a nota veiculada no site da SESP, o órgão determinou “empenho máximo e rigor das equipes policiais civis e militares na apuração dos casos ocorridos em Londrina e região”.

Ainda segundo a nota, “a Polícia Civil está trabalhando intensamente nas investigações para dar uma resposta à população” e “investigadores da 10ª Subdivisão Policial estão nas ruas desde as primeiras horas, levantando todas as informações, bem como imagens de câmeras de segurança”.

O Paraná TV informou que o comandante geral da PM, Maurício Tortato, informou que vem a Londrina neste sábado para uma reunião com as forças de segurança da cidade. A pauta da reunião é a onda de violência.

Paralelo aos assassinatos, aconteceu uma fuga na Casa de Custódia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *